Fazemos parte do movimento slow fashion. Praticamos uma moda consciente, baseado no respeito ao tempo de confecção e às condições de trabalho de quem está envolvido. Investimos em modelagens atemporais, no processo artesanal e acreditamos na produção local, feito no Rio.


A preocupação com o meio ambiente fez com que a Zsolt questionasse o destino dos seus resíduos têxteis.  Assim nasceu a linha Patchwork que dá destino e transforma retalhos de tecidos, sobras das coleções anteriores, em matéria-prima em vez de deixar que sigam para aterros ou para a incineração. 


A estamparia é artesanal. Cada peça é cuidadosamente tingida. E são secas ao sol, naturalmente e sem consumo de energia elétrica. 


Buscando o equilíbrio entre o artesanal e o contemporâneo, a Zsolt propõe um design Urbano, Atemporal e confortável.